Quantcast
EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Regional

Reconversão da praça de touros vai criar pista de atletismo coberta a dez metros de altura

Rádio Alto Minho

07 Novembro 2016, 11:05

Acessibilidade

Publicidade

A reconversão da antiga praça de touros de Viana do Castelo vai permitir a construção, a dez metros de altura, de uma pista coberta de atletismo com 200 metros de extensão e vista panorâmica sobre a cidade. Esta é apenas uma das valências do campus desportivo cujo concurso público vai ser lançado em abril do próximo ano num investimento de 2,5 milhões de euros e com prazo de execuação de um ano. A informação foi avançada à RAM pelo presidente da Câmara Municipal.

José Maria Costa, que falava  a propósito da apresentação do anteprojeto da obra, apresentado no fim-de-semana durante a festa das modalidade da Escola Desportiva de Viana(EDV) revelou que a pista, a criar no exterior e abrangendo todo o perímetro do edifício, poderá ser utilizada por atletas e pela população para “jogging, atletismo, caminhadas entre outras atividades de manutenção física”.

A pista “será coberta”, permitindo a sua utilização “mesmo em condições climatéricas adversas” e está integrada no projeto para reconversão da antiga praça de touros. A empreitada prevê a transformação da antiga arena, desativada há cerca de sete anos desde que cidade se declarou antitouradas, em espaço multiusos.

A intervenção, “cujo projeto final será apresentado apresentado à cidade no início de 2017” está integrada no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), candidatado ao programa comunitário do Portugal 2020.

O estudo prévio da obra, segundo o autarca socialista, prevê ainda “a criação de áreas desportivas e espaços de apoio, bancadas e uma área panorâmica destinada à restauração com vista para o rio Lima”.

Na envolvente, o espaço, situado junto aquele rio “vai ser todo requalificado transformando-o num verdadeiro campus desportivo”.

A futura “Praça Viana” será “gerida pela EDV, em regime de comodato, dotando a associação de condições adequadas para as inúmeras modalidades e para a formação dos jovens do concelho”. A EDV completou em maio 40 anos de existência e tem mais de 1.300 atletas.

O presidente da EDV, Rui Silva destacou que o anteprojeto prevê a reconversão da antiga arena, no rés do chão do edifício, em espaço multiuso com capacidade para receber, em simultâneo, várias modalidades, como voleibol, basquetebol, ginástica e contempla ainda uma zona a concessionar, destinada à prática de ‘fitness’.

O primeiro andar do redondel está destinado à área de restauração, com espaços envidraçados, com vista para o rio Lima, ao museu da EDV. Trata-se de uma área “autónoma” que permite a circulação do público e o acesso às bancadas.

No último piso, igualmente envidraçado, será criada uma sala com 38 metros quadrados, reservada à modalidade de esgrima.

O projeto previsto para a antiga arena, com uma área de 3.800 metros quadrados, e cerca de 65 metros de diâmetro, é da autoria do arquiteto Rui Cavaleiro, responsável pela requalificação realizada no parque da cidade, como o centro de remo e Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA).

Publicidade

Rádio Alto Minho - Leitão da Costa
Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - Germano de Sousa
Rádio Alto Minho - Decisões e Soluções

Publicidade

Rádio Alto Minho - 100% ProAuto
Rádio Alto Minho - Perspetiva [João] (notícias)

APP ALTO MINHO

APP - Rádio Alto Minho

Comentários

Publicidade